Fascite plantar em Corredores

Fascite plantar em Corredores

A “Fascite Plantar” é comum em pessoas na faixa etária dos 30 aos 50 anos, podendo prejudicar corredores, quando desinformados, levando a dores do calcanhar até a base dos dedos. Essa inflamação é uma das principais lesões em corredores, representando 20% das lesões esportivas.

Confira um relato comum entre esse grupo de lesionados: “Uma dor intensa na planta do pé, na primeira pisada do dia ao levantar da cama, que alivia na posição sentada e piora com a sobrecarga na região”.

Mas o que é Fáscia e Fascite Plantar? A fáscia plantar é uma estrutura de proteção dos músculos, com poder de absorver os impactos e proteger os 26 ossos dos pés. Ela não só sustenta, mas também é presa aos músculos intrínsecos e aos ligamentos do pé. Ao caminhar ou correr, a planta do pé distribui o peso do corpo e absorve os impactos em vários pontos da fáscia, um deles no osso do calcanhar (calcâneo), e as forças de tensão ao longo do músculo da panturrilha preso ao osso, podendo desencadear um processo inflamatório, ou fibrose ou até de degeneração destas fibras faciais.

Daí a denominação de “Fascite Plantar”.

Principais causas da Fascite Plantar:
– Alterações posturais e da pisada;
– Encurtamento dos músculos da panturrilha e diminuição da força dos músculos plantares;
– Obesidade ou súbito aumento de peso;
– Traumas locais;
– Erros de treinamento, aumento com súbita sobrecarga de velocidade, intensidade e duração de treinos e corrida; corrida em aclives e terrenos irregulares;
– Calçados inadequados.

Principais Sintomas
– Dor no primeiro passo ao levantar;
– Dor na palpação debaixo dos pés e ao andar;
– Sola do pé mais rígida, retraída e sensível;
– Interrupção da corrida ou treino devido ao aumento da dor.

O que fazer para prevenir a Fascite Plantar
– Alongar sempre os músculos da panturrilha;
– Alongar a planta do pé;
– Massagear a sola do pé toda com uma bolinha de tênis é uma opção muito interessante.

Dicas:
– Antes de começar a treinar procure um profissional de Educação Física para prestar assessoria e adequar seu treino;
– Realize uma avaliação postural e de pisada com um Fisioterapeuta;
– Aos primeiros sinais de dores na região plantar do pé, procure um profissional adequado para uma completa avaliação e o correto diagnóstico para um tratamento eficaz.

Alceu Nascimento Miranda Junior
CREFITO: 11353 – F

Comece a digitar e aperte Enter para buscar

Carrinho de Compras