Escrever objetivos e metas no papel ajuda a concretizá-los

Todo fim de ano é comum fazermos um balanço das mudanças que queremos para o próximo ano. Independente de qual seja o objetivo, se é adquirir hábitos saudáveis, mudar de emprego, ter um novo cargo, ser mais presente com a família e os amigos ou até deixar certos comportamentos para trás, o primeiro passo para qualquer mudança é que ela precisa começar internamente.

Algumas dessas mudanças também dependem de profissionais para ajudar, como é nosso caso, com o trabalho do personal trainer, do nutricionista e do fisioterapeuta.
Mas antes de tudo, quem quer mudar precisa manter acesa a chama da automotivação e existe uma forma muito simples para ajudar nessa tarefa: papel e caneta.

Depois de refletir sobre os objetivos para esse ano, coloque-os no papel e estabeleça um prazo para que sejam alcançados, isso porque se a meta for longa demais a pessoa pode acabar se desistimulando e deixando o objetivo de lado. Então, o mais recomendado é que as metas sejam dividas em curto, médio e longo prazo, separando-as em 12 meses, 6 meses, 3 meses, 1 mês, semanal e até diária, de acordo com o grau de dificuldade de cada objetivo.

É interessante também que você saiba exatamente o que precisa para atingir determinado objetivo, pois quando se sabe o caminho, o resultado vem mais facilmente. Para se autoavaliar, escreva ao lado de cada objetivo o que você vem fazendo para conquistá-lo, pois é uma forma de ter um panorama e tornar o esforço ou a falta dele mais concreto.

Outra ação aconselhável é compartilhar as metas com alguém você se sinta à vontade. Peça para que essa pessoa de tempos em tempos pergunte o que você anda fazendo para cumprir as metas e, se necessário, faça cobranças. Incentivos daqueles que gostamos são sempre bem-vindos.

E, por fim, não deixe de comemorar os seus passos, as suas conquistas, por menores que sejam, pois cada resultado alcançado é mais um degrau para o seu objetivo final.

Feliz 2018, amigos!

Tags: