Tag: performance

Nossa Metodologia de aula

Ola amigos, tudo bom?

Neste nosso novo video vamos explicar para vocês como funciona nossa metodologia de aula.

Desde quando um aluno nosso inicia nossa programação de treino ate uma possível mudança de acordo com suas necessidades e objetivos específicos.

Costumo dizer que qualquer programação de treinamento precisa ser estudada e cuidadosamente elaborada de acordo com cada cliente. De acordo com a lei da especificidade cada ser humano é totalmente diferente do outro em todos os sentidos.

Cada um tem um organismo e respostas diferentes a determinados estímulos, devemos através disso planejar e adequar os exercícios de acordo com suas respostas fisiológicas e físicas, tendo assim o máximo de aproveitamento e qualidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O principal questionamento de nossa equipe quando iniciamos com um novo aluno é para quem são os exercicios? Para que são os exercícios e para qual finalidade estamos utilizando aquela programação escolhida. Através dessas informaçōes conseguimos elaborar e ajustar nosso programa de treinamento.

Costumo dizer que nossa metodologia é não ter metodologia especifica, pois como disse anteriormente cada ser humano tem suas particularidades e necessidades, portanto não podemos “engessar” nosso método através de metodologias prontas.

O que temos é um esqueleto de aula que possui inicio, meio e fim.

O inicio de nossa sessão de treino começa com um trabalho de auto massagem e liberação miofascial, independente de objetivo especifico a liberação miofascial ajuda a melhorar a condição do músculo na hora de execução de movimentos, melhora o fluxo sanguíneo da região estimulada, ajuda a desfazer os trigger points e relaxa a fáscia muscular.

Logo após entramos no trabalho de mobilidade articular e aquecimento dinâmico muscular. Nesse momento aquecemos e estimulamos as musculaturas e articulaçōes do que iremos trabalhar naquele dia. Por exemplo: Em treinos onde utilizaremos exercícios de dominância de quadril, trabalharemos ativação muscular de glúteos, core, posteriores de membros inferiores e mobilidade de quadril, joelho, tornozelos e etc..

No momento do nosso treino adequamos as necessidades e objetivos de cada aluno nosso. Se tivermos alunos que tem como objetivo ganho de massa, faremos um trabalho de hipertrofia, alunos que precisam melhor sua performance em determinados esportes, estimulamos e fortalecemos os pontos principais e mais utilizamos naquela modalidade e assim por diante.

Em casos de melhora de performance ou perda de peso costumamos trabalhar os treinamentos intervalados de intensidade, intervalando frequência cardíaca elevada com periodos de descanso.

Ao final de toda sessão de treino estimulamos nossos alunos a trabalhar flexibilidade, relaxamento e mentalização. Isso faz com que o corpo desacelera de uma forma continua.

Abaixo nosso video explicativo!

Espero que gostem, nosso objetivo é levar cada vez mais saúde, bem estar e qualidade de vida as pessoas!

Bons treinos!

Os 30 melhores exercícios utilizando peso corporal

Ola amigos, tudo bem?

Dentre as muitas opçōes de treinamento que temos desde o trabalho com pesos, movimentos que estimulem o trabalho de diversas habilidade físicas que possuímos e desenvolvemos o trabalho com o uso de peso corporal é uma delas.

Nesta semana selecionamos os 30 melhores exercícios utilizando o peso corporal para você que gostaria de complementar seus treinos, para quem tem uma rotina de viagens ou até mesmo para quem esta acostumado a treinar em academia durante a semana, mas gostaria de um treino diferente no fim de semana ou em algum dia que fique difícil ir ate a academia.

Neste vídeo de os 30 melhores exercícios utilizando o peso corporal incluímos exercícios que trabalham tanto os músculos inferiores do nosso corpo (região anterior e posterior de pernas e glúteo), músculos superiores do nosso corpo (peitoral, triceps, bíceps, costas e ombros) e região do core (músculos abdominais, paravertebrais e pelve), além de uma seleção de exercícios metabólicos fazendo com que o gasto calórico e frequência cardíaca possam ser elevados, ou seja, aumentando a queima de gordura e melhorando o condicionamento fīsico.

Você pode usar essa seleção de exercícios de diversas formas, em uma combinação para o corpo todo, somente para intensidade com alto gasto calórico ou ate mesmo para fazer somente força.

A vantagem de utilizar exercicios de peso corporal é a de que não precisamos de máquinas ou a dependência de equipamentos e ainda podemos trabalhar nossa consciência corporal.

Todos os movimentos precisam ser orientados e direcionados através de um profissional de Educação Fisica, o intuito é mostrar ferramentas e diversidade dentro do treinamento, fazendo com que você melhore seus resultados e performance.

Os 30 melhores exercícios utilizando o peso corporal é somente uma amostra da variedade e criatividade produtiva que podemos ter afim de otimizar nosso tempo e treinar em qualquer lugar e a qualquer tempo!

A variação de estímulos que damos ao nosso corpo é importante para sairmos da zona de conforto e sair da rotina!

Espero que este vídeo ajude você a aumentar o seu “leque” de movimentos e melhorar cada vez mais o seu rendimento nas suas sessōes de treino!

Inscrevam-se em nosso canal do Youtube : Thiago Arias

Em nosso canal toda a semana publicamos videos sobre métodos de treinos, profissionais da saúde, orientaçōes e dicas de como melhorar cada vez mais sua saúde e performance.

Bons treinos!!

Pilates direcionado a atletas

Ola amigos, tudo bem?

Temos recebidos muitas perguntas sobre o Pilates e para que público ele se destina.

A fisioterapeuta Nathalia Martins na nossa sequência dobre o tema abordou sobre a metodologia do Pilates e como identificar se ele se adequa a nossa realidade dentro do nosso dia a dia e planejamento de treino e esporte que praticamos.

Quando falamos sobre o Pilates para atletas e competidores amadores de esporte especifico, abordamos de uma forma a melhorar sua performance com a ajuda da metodologia.

Se dentro da metodologia conseguimos obter melhoras de mobilidade articular, força de centro (core), flexibilidade, respiração, postura, resistência muscular e muitas outras, será que não seria interessante para o atleta de qualquer nível praticar o Pilates?

Temos observado em nosso Studio que os nossos alunos que conseguem aliar as duas modalidades, ou seja, treinamento fisico individualizado e pilates tem obtido significativos avanços de resultados nos seus movimentos e consequentemente melhor performance nos treinos.

Melhorando a mobilidade de quadril e tornozelo por exemplo, conseguimos melhor a qualidade do movimento de agachamento que consequentemente melhoramos a carga do movimento e consequentemente conseguimos melhorar os resultados de nossos alunos.

O corpo humano é uma estrutura que precisa ser ajustada e balanceada, como os automóveis, pois assimetrias levam a compensaçōes que podem acarretar em lesōes.

O instrutor (professor ou fisioterapeuta) tem papel fundamental na hora de instruir, corrigir e repassar conhecimento ao aluno. Saber osobjetivos com o Pilates dentro de seu esporte específico faz total diferença de hora de elaborar os exercícios que serão executados, por isso troque informação e feedback com seu instrutor.

Hoje contamos com uma equipe de duas professoras de educação física e uma fisioterapeuta que orientar e trabalham de forma objetiva com nossos alunos.

Assistam ao nosso vídeo sobre Pilates direcionado a atletas e não esqueçam de dar um “like” e inscrever-se em nosso canal no Youtube!

Toda semana teremos novos vídeos falando sobre áreas da saúde e profissionais relacionados a esporte e atividade física!

Aproveitem e até a próxima!

Bons treinos!

 

 

Fisioterapia Preventiva – Trigger Points

Ola amigos, tudo bem?

Neste terceiro vídeo da série de fisioterapia preventiva com o nosso parceiro fisioterapeuta Thiago Claro falaremos um pouco mais sobre Trigger points, ou ponto gatilho como é popularmente conhecido.

Neste vídeo Thiago Claro explica como eles são formado e como podemos fazer para melhorar nosso rendimento e performance tratando com fisioterapia.

Os pontos gatilhos ou trigger points se instalam na musculatura toda a vez que existe uma sobrecarga maior do que aquele músculo esteja acostumado, ou seja, o stress que este músculo recebe através de estímulos, talvez pelo treinamento ou até mesmo posturas erradas que as pessoas adotam durante o dia, isso tudo contribui para que possamos desenvolver esses pontos.

Dependendo de como nosso sistema neural receba essa informação de dor na maioria das vezes a primeira reação de nosso corpo é fazer com que os músculos se contraiam, causando dor.

Uma das maneiras mais eficazes de se trabalhar essa desativação de pontos gatilhos ou trigger points é através de terapia manuais com a utilização de algumas ferramentas que facilitam a vida dos fisioterapeutas.

Existem acessórios que nós mesmos podemos obter para utilizar na prevenção de formação destes pontos gatilhos, como rolos de liberação miofascial, Sticks de massagem, bolas de lacross ou bolas pequenas com boa densidade afim de conseguir liberar de maneira mais pontual determinado músculo.

Os pontos gatilhos na maioria das vezes irradiam dor a algumas partes de nosso corpo que nos dá a sensação de dor local, mas que na maioria dos casos é provocada por algum outro músculo ativado por stress.

Depois de desativar o ponto de tensão devemos alongar o músculo para melhorar a capacidade de flexibilidade e extensão.

Esperamos que este vídeo os ajude a entender melhor como funcionam os pontos gatilhos ou trigger points, que possam entender também que a liberação miofascial pode funcionar como um trabalho preventivo e que nós mesmos podemos realizar desde que orientados pelo fisioterapeuta.

Inscrevam-se em nosso canal para obter informaçōes e dicas cada vez mais úteis para os seus treinos!

Bons treinos!!!